segunda-feira, 12 de outubro de 2009

RESPOSTAS...

Uma vez me perguntaram, qual a melhor raça : Maltês ou York ?
Mas cada pessoas tem seu gosto, Malteses são para pessoas calmas, eles são adaptáveis a qualquer hambiente, late pouco, mas é para pessoas que podem ficar um bom tempo cuidando da pelagem, ele é todo ao contrário do York, que por sua vez, é agitado, gostam de hambientes externos,late muito.
Viu ? Cada um, com seu gosto, né ?

Comprar um cão exige responsabilidade. Confira abaixo dicas para encontrar o cão ideal.
Cuidados ao comprar
- Em primeiro lugar, considere aspectos como espaço físico e tempo disponível para cuidar do cachorro. Lembre-se de que o animal é um ser social e precisa interagir com seu dono.
- Leve em conta o sexo do animal. Machos tendem a urinar para demarcar território e, geralmente, são mais agressivos. Já as fêmeas entram no cio a cada seis meses, dependendo da raça, e podem engravidar ou sujar a casa com secreções nesse período. A castração pode resolver o problema.
- Comprar filhotes facilita. Quanto menor a idade, mais facilmente os cães são condicionados e não criam vícios. Mas lembre-se de que eles destroem objetos no primeiro ano de vida.
- Cães SRD (sem raça definida) são uma opção, mas leve em conta que é difícil prever o quanto vão crescer e como será o seu comportamento. Essa previsão é mais fácil em animais de raça pura.
- Compre o animal em um canil de confiança. De preferência, consulte antes um veterinário para ajudá-lo na escolha da raça mais adequada.
- Certifique-se das condições de saúde do cão ao adquiri-lo. Confira se já está vacinado e leve-o para avaliação em um veterinário.


Raças


Poodles são indicados para crianças por geralmente apresentar temperamento dócil;


Para crianças: O cão deve ter temperamento dócil e porte pequeno ou médio, para não derrubar ou machucar as crianças. Prefira animais jovens, pois os mais velhos são menos tolerantes a brincadeiras. Animais de pelagem longa também podem se irritar com os puxões da meninada.Beagle

Boxer

Buldogue Inglês

Buldogue Francês

Cocker Spaniel Inglês

Collie de pêlo curto

Labrador

Poodle

Terrier Brasileiro (Fox Paulistinha)


Para espaços pequenos: Os cachorros ideais devem ter porte pequeno e, de preferência, pêlo curto, para facilitar a higiene. Se a pessoa mora em condomínio, o ideal é evitar animais que latem muito, como é comum em raças menores. Em casos extremos, um adestrador pode resolver o problema.
Buldogue

Buldogue Francês

Dachshund( Salsichinha)

Poodle toy

Schnauzer miniatura
Pêlo curto do buldogue facilita a higiene em espaços pequenos como apartamentos, indica veterinária da Universidade Metodista


Para pessoas carentes:São cães muito dependentes de carinho e afeto. Têm uma ligação forte com seus donos, a ponto de rodeá-los e, em alguns casos, até pedirem colo. São ideais para quem busca afagos e atenção do seu pet.
Lhasa Apso

Maltês

Poodle

Shih Tzu

Yorkshire Terrier


Independentes:São cachorros que não gostam de ficar junto aos seus donos o tempo todo. Têm um temperamento mais autônomo e valorizam o seu espaço. Mas, cuidado: algumas raças, como a Akita e a Chow Chow, também tendem a ser agressivas.

Akita

BassetHound

Chow Chow

Husky Siberiano
Cães da raça basset hound são mais independentes e de personalidade autônoma; eles costumam valorizar o próprio espaço.


Tranqüilos:É o caso de animais menos ativos fisicamente, ideais para quem não gosta de muita festa e agitação. Geralmente, são de raças de portes maiores, pois os cães pequeninos são naturalmente mais "acelerados".

Basset Hound

Collie

Dálmata


Ativos:Esses animais são agitados e precisam de exercícios físicos diários para se manterem em forma e não ganharem sobrepeso. São companhias ideais para quem gosta de correr e caminhar com regularidade.

Border Collie

Cocker Spaniel

Dogue Alemão

Golden Retriever

Labrador

Mastiff

Pastor Alemão

Springer Spaniel Inglês

Weimaraner


Para garantir a segurançaOs cachorros mais adequados têm como característica a defesa territorial e um porte físico maior, garantindo-lhes força e poder de intimidação. Algumas raças, como a American Pit Bull, podem ter temperamento instável e não são indicadas para crianças.

American Pit Bull Terrier

Bull Terrier

Dobermann

Pastor Alemão

Rottweiler

São Bernardo

Assim que você comprar ou ganhar um cachorrinho, convém levá-lo ao Médico Veterinario para uma avaliação geral. Enquanto seu animalzinho não estiver com as vacinas em dia tome cuidado para que ele entre em contato apenas com cães saudáveis e, quando levá-lo na clínica veterinária mantenha-o no colo e distante dos outros cães.


Quadro de vacinação em Cães
60 dias de idade
Vacina Octupla - 1ª dose
90 dias de idade
Vacina Octupla - 2ª dose
120 dias de idade
Vacina Octupla - 3ª dose
1 semana após a aplicação da 3ª dose da Octupla
Vacina Anti-Rábica
OBS: O reforço das vacinas octopla e Anti-rábica deve ser anual.



Veja a seguir as doeças, que são evitadas com a vacinação, e os seus sintomas. Ao menor sinal leve o seu cão a um Médico veterinário, somente ele é capaz de avaliar, diagnosticar e tratar uma doença.


CINOMOSE: Enfermidade infectocontagiosa aguda, sub-aguda ou crônica; febril, particular da família canina entre os animais domésticos. Somente o cão. Sua transmissão se dá por vias respiratórias e digestivas. Na fase aguda o vírus é eliminado intensamente e em abundância pela secreção ocular, urina e fezes.
Manifestação:
1º. fase - digestiva: em que o animal apresenta vômitos, diarréia, mucosa sanguinolenta, anorexia, temperatura acima de 40ºC.
2º. fase - respiratória: Broncopneumonia intensa, secreções mucosas e senomucosas, que depois passam para purulentas, geralmente por infecções secundárias.
3º. fase - nervosa: Nesta fase aparecem alterações mioclonais ( tic nervoso ), podendo encontrar as três fases ou apenas uma delas. A mais perigosa é a nervosa. Toda vez que suspeitar de cinomose ou leptospirose, a temperatura deverá estar acima de 40 ºC.


HEPATITE: Enfermidade infectocontagiosa aguda, causada por vírus resistente ao éter, álcool, clorofórmio e sensível ao formol e calor. Período de encubação: 4 a 9 dias.
Manifestação:
Animais jovens: morte súbita sem nenhum sinal clínico.
Primeiro sinal: hipertemia passageira de 24 a 48 horas, temperatura de 40º a 40,5º, caindo logo após; apresenta sede intensa, anorexia, congestão das amígdalas, congestão das mucosas e da faringe, congestão conjuntival (pálpebras vermelhas), congestão da conjutiva nasal e bucal, fotofobia, hemorragias bucais, esquimoses na pele ( pinta ou pontos vermelhos). Principalmente na frente (abdômen) e faces internas da coxa e mucosa peniana, dispinéia (dificuldade respiratória) por edema pulmonar (pulmão cheio de líquidos), animais adotam posição de sentar, para aliviar a pressão.


LEPTOSPIROSE: Doença infecciosa grave que atinge os homens e os animais, sendo causada por uma bactéria a Leptospira sp presente na urina dos ratos e camundongos. A contaminação se da quando o animal, ou o indivíduo entra em contato com água ou lama que contenha a Leptospira. Esta penetra no organismo através de ferimentos na pele ou mesmo na pele integra quando num contato mais prolongado e também pelas mucosas (boca - nariz - olhos - órgãos genitais ).
Manifestação:
Vômitos e diarréia as vezes com sangue, urina com sangue, icterícia.


PARAINFLUENZA: Tosse persistente, e as vezes associado a pneumonia. Esta doença é chamada tosse de canis.
PARVOVIROSE: Doença de cães seria e altamente contagiosa, e a infecção se dá pelo Parvovirus Canino que tem um curto período de incubação.
Manifestação:
Os sintomas mais comuns são de morte súbita quando tivermos o modo cardíaco, com depressão e disfunções respiratórias. Vômitos, diarréias e desidratações são os sintomas do modo gastroentestinal que tem como sinal principal fezes sanguinolentas.


CORONAVIROSE: Doença viral, com um quadro semelhante à Parvovirose.


RAIVA: Doença infecto contagiosa aguda e fatal, caracterizada por sinais nervosos, apresentados por agressividade e por semi-paralisia ou paralisia. Tempo de encubação: pode aparecer de 10 a 90 dias.

Raça de hoje : Cairn Terrier


Cairn Terrier é uma raça de cães da categoria dos terriers. É um dos mais antigos terriers, originário das terras altas escocesas e reconhecido como um dos primeiros cães de trabalho da escócia, usado para caçar presas entocadas nos cairns (montes de pedras encontrados ao longo das terras altas da escócia).De movimentação ágil e livre é resistente e afetuoso.Ele é pequenino, porém tem um elevado grau de atividade. Precisa praticar exercícios físicos todos os dias. Já a pelagem não requer atenção especial do proprietário.A sua pelagem é dura, mas não grosseira com subpelo suave, denso e curto. As cores encontradas nesta raça são areia, cinza-rajado, vermelho, sal-e-pimenta ou quase preto. O seu tamanho varia de 28 a 31 cm com o peso de 6 a 7 kg. A raça se tornou conhecida a partir do longa- metragem “O mágico de Oz”, em que Totó, o cachorrinho da protagonista, foi representado por um Cairn Terrier.

lABRADOR, UMA RAÇA DE VERDADEIROS HERÓIS




A primeira vista o Labrador parece insignificante, mas tornou-se mundialmente popular, as suas características únicas. Consegue manter a sua serenidade mesmo no maior dos caos, tem uma capacidade de adptação única e é muito dedicado à família.
Desde do principio do século XX que os europeus reconhecem as qualidades deste cão allround! Recrutou na Primeira Guerra Mundial junto da aristocracia e dos caçadores, entregavam informações, transportavam medicamentos e procuravam subterrados.
Devido ao seu temperamento equilibrado e a sua resistência começaram a ser usados como cães guia para cegos. Mas, sempre disposto a aprender revelou-se também, para descobrir os afogados debaixo de água e arrasta para terra as pessoas em perigo de naufrágio que entram em pânico, após avalanches, terremotos ou outras catástrofes naturais, procuram os soterrados.
Persistente e companheiro é preferido na polícia e nos serviços de alfândega. Para além de tudo isto continua a efectuar a sua tarefa de ajudante de caça, na procura de aves aquáticas.
A única coisa para a qual não é adequado é para cão de guarda, apesar de vigiar com grande atenção, diificilmente pode vir a ser um cão «mordedor», devido ao seu alto limiare de excitação e à sua falta de agressividade.

Melhores cães de Pastor de Shetland

1° LUGAR : Telleshire Dillon Dreamland ( é o da foto )

2° Lugar : Mercury´s Dreamboy of Scofield
( SEM FOTO )
3° LUGAR :Foremost´s Blue Angel of Telleshire
( sem foto )

domingo, 11 de outubro de 2009